A minha Lista de blogues

fundo

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

ALGARVE, MINHA TERRA

Minha terra, meu algarve,
Como tu estás diferente!
Tornaste-te hospitaleira, mas
Todavia menos crente...!
Os teus filhos te abandonaram, mas
Logo outros te adoptaram, porque
És grande a valer!

Esses teus filhos de outrora,
Orgulham-se de ti agora,
Por aquilo que lhes fazes ver...

O teu nome é eterno, o teu seio
Acolhedor, por isso, os que te conhecem
Todos te têm amor!

As tuas praias, são as melhores,
As suas águas, as mais quentinhas,
Sem contar com o sol, as areias e,
As conchinhas!
As algas, essas ervinhas, que enervam
O nadador, são todavia fresquinhas,
Mesmo antes do sol se pôr!

11-09-1982

1 comentário:

ISA disse...

Rute, este poema "Algarve Minha Terra" a avozinha Isa escreveu na "Praia da Rocha", na sombra do guarda-sol...uns anos depois de ter migrado para Lisboa, isto, em 1965.Avozinha diz que a imagem é dos anos oitenta, mas também será dos anos 60/70/80, nestas 3 décadas o Algarve não mudou quase nada... sobretudo junto às praias. Foi o turismo que, de alguma maneira, fez crecer a contrução de hoteis,junto das praias...

POEMAS Á MINHA RUTE

A minha foto
ALMADA, SETUBAL, Portugal
Social, sincera, amiga, alegre, divertida... e alguns defeitos: como directa, verdadeira, frontal...

FLOR

FLOR